🌉 ✨Silêncio da noite.✨ 🌉

escreversonhar

Acordo e o silêncio da noite mostra toda a sua intensidade.

Silenciosamente saio da cama e espreito pela janela do meu quarto.

As estrelas brilham e iluminam, graciosamente, o firmamento.

Uma chuva de estrelas cadentes presenteia-me com todo o seu esplendor.

Por momentos penso pedir um desejo por cada uma.

Missão impossível. São tantas e passam tão rápido que não as consigo contar.

Um sorriso ilumina o meu rosto e os meus olhos brilham intensamente.

Não tenho sono mas não faz mal, se adormecesse perderia toda esta beleza.

Ao longe o silêncio da noite, com especial fervor, faz-se escutar

Na sinfonia dos grilos violinistas, das cigarras flautistas,

Das rãs a marcarem o compasso e do vento num coro fantástico.

Tanta beleza no silêncio da noite transmite felicidade.

As horas passam e o cansaço não chega.

Não tenho sono e não estou cansada, estou maravilhada.

No silêncio da noite tudo é…

View original post mais 59 palavras

Anúncios

Querida mamã.

Querida Mamã.

Mamã desculpa de ter chorado tanto quando me deixas-te. Eu estava com tanto medo e tentei tanto que tu me levasses para casa novamente. Sabes? Tu não irias ficar para me proteger e era tudo tão grande e novo, eram só caras que eu nunca tinha visto e a escola era muito mais grande que a nossa casa.

Quando tu te foste embora, uma senhora simpática pegou-me pelos ombros e sorriu. O seu sorriso era tão bonito! Ao meu ouvido disse para eu não ter medo que ela ia cuidar bem de mim e deu-me um abraço muito apertado. Sabes mãe, ela foi muito boazinha para mim e é a minha professora.

Muitos outros meninos e meninas estavam tão assustados como eu e ela consolou-os a todos. Eu também ajudei um pouco com o meu sorriso. Foi isso que a professora me disse.

Sabes a minha mochila é igual á de outro menino, vamos ter de ter muito cuidado para não as trocarmos. Fizemos desenhos numas folhas grandes que a professora deu. O meu estava muito bonito e a professora viu logo que eras tu e o papá que me estavam a segurar a mão. Ela perguntou porque é que a tua barriga estava tão grande e eu respondi que a minha maninha ainda morava na tua barriga e precisava de todo esse espaço. Estava a crescer para poder sair e vir brincar comigo.

Quando fui ao recreio não me senti sozinho pois tinha muitos amigos novos para brincar. Brincámos até ficarmos mesmo muito cansados.

A professora diz que vou aprender a ler e escrever. Eu queria começar já mas tenho que ter paciência porque vai levar algum tempo. Sabes, eu quero escrever que gosto muito de vocês e que tenho os melhores papás do mundo.

Beijinhos.

 

Fortunata Fialho

2222d2b85dc25fbff1badebc17e3c4d8
Postais antigos.

Filho.

Moreninho, rechonchudo e de cabelo muito curtinho, um bebé grande e muito pacifico.

Depois de uns intensos e duros, três dias e meio, uma cesariana de urgência.

O teu nascimento em nada foi fácil mas para te ter a meu lado voltaria a passar pelo mesmo.

Meu primeiro filho… meu primeiro milagre… minha primeira obra de arte…

Pedaço de mim que nunca poderei abandonar e que eternamente vou amar.

Hoje, também pai, creio que me compreendes mais do que nunca.

O amor por um filho é infinito e indescritível.

Muitos parabéns pelo teu aniversário e que a felicidade nunca te abandone.

Que a vida nunca nos afaste e que por muitos mais anos te possa dizer que te amo.

Muitos parabéns e um mundo cheio de sonhos realizados.

 

DSCF3374
Meus dois pedaços de mim… meus dois amores incondicionais…

 

 

Minha avó Helena. 🌺 “Simplesmente… Histórias”

escreversonhar

A minha avó Helena era muito especial. Pequena e curvada, assim me recordo dela, bem-humorada e muito malandreca.

Vivia acompanhada de uma das minhas tias que tinha permanecido solteira.

Lembro-me que era muito gulosa e que, às escondidas, nos dava torrões de açúcar amarelo dizendo que eram rebuçados. Por vezes fazia-nos papas de milho generosamente polvilhadas de açúcar amarelo, o que fazia a delícia dos netos.

Como sempre viveu com necessidades guardava as suas folhas de couve (notas de vinte escudos) religiosamente numa carteira que nunca largava. Um dia deixou cair uma moeda de cinco escudos para trás de uma arca enorme e, apesar de muito debilitada fisicamente, lá a conseguiu desviar e retirar a bendita moeda. Claro que depois ouviu uma grande reprimenda por parte da minha tia.

Por vezes dava uma notinha aos netos. Era para comprar uma lembrançazinha nas festas da terra. Para ela era uma fortuna…

View original post mais 190 palavras

😋 “Simplesmente… Histórias” 😏

escreversonhar

(…)

As imagens sucedem-se e ele dorme. Crianças afogadas e… o meu dorme profunda e serenamente. Pouso-lhe a mão na cabeça e acaricio os seus cabelos. No meu rosto as lágrimas fluem… como gostava de os proteger também.

Espreguiçou-se, vai acordar. Mudo de canal. Não necessita de ver tanto horror.

Olha para mim e sorri, salta da cama e pendura-se no meu pescoço.

– Estás triste papá? Olha vou buscar o sol para ti, ou preferes a lua. Ontem fiz um desenho dos três, tu eu e a mamã. Sabes escrevi uma história. Tu eras o rei e fazias fugir todos os maus, e davas doces aos bons. Eramos felizes e nunca ninguém chorava. Sabes eu chorei, cai e fiz um dodói, mas tu vieste e o dodói também fugiu, afinal ele era mau e não podia ficar. Sabes pai tu és o meu herói e contigo eu não tenho…

View original post mais 5 palavras