Grupo Desportivo Dianas.

Depois de tantos sucessos no desporto nacional fiquei a saber que o clube, de que os meus filhos fizeram parte, está a obter excelentes resultados a nível nacional. Filipe Fialho, Raquel Haar, Mariana Quaresma, Gonçalo Varela e Marta Batalha, conseguiram excelentes resultados nos Campeonatos Nacionais de Juniores em Viseu.

Um grupo que treina sem ter um local adequado para o fazer e que espera,  desde a sua fundação, por melhores condições de trabalho. Vive da carolice do senhor João Ferrão, dos seus colaboradores e de todos os atletas que, com determinação, se empenham superando todas as dificuldades e conseguem os magníficos resultados alcançados nos Campeonatos Nacionais.

Nos dias que correm todos os jovens que possamos ajudar a ter uma vida saudável e equilibrada, todos os que possamos retirar das ruas, das drogas ou da delinquência serão vitórias alcançadas por todos. Este grupo desportivo tem conseguido este objetivo e tem contribuído para o saudável desenvolvimento  dos Jovens Eborenses.

Parabéns Dianas e continuem o bom trabalho desenvolvido ao longo de todos estes anos.fotos 032

Anúncios

Portugal é grandioso

Parabéns Patrícia Mamona, Sara Moreira, Jessica Augusto e Selecção pelas vitórias com que nos presentearam.

Portugal é grande e de grandes pessoas, pessoas com garra e empenho. Que se calem as vozes que nos tentam deitar abaixo. Como diz o ditado popular: ‘Pela boca morre o peixe’

Parabéns Portugueses.1667201112

Sol e praia

Que bom é aproveitar o sol e mergulhar no mar. A frescura da água acalma o calor, o som do mar acalma o stress diário e perde-se a noção do tempo. Um dia sem nada para fazer a não ser desfrutar de boa companhia, do barulho das ondas, do esvoaçar dos pássaros… do calor da areia. Viajar sem horas marcadas, almoçar sem pensar em calorias… partilhar tempo de qualidade com a família. Caminhar devagar, desfrutar das paisagens e fotografar tentando eternizar o momento.

Hum… que bom o sol e a praia desfrutados em família.DSCN5420

Desde quando amamentar é ofensivo?

Amamentar em público é crime. Quem pode aprovar esta lei? Desde sempre as mães deram de mamar aos filhos quando e onde eles o necessitaram. Eu dei de mamar aos meus, a minha mãe a mim e meus irmãos e assim o fizeram todas as gerações que nos precederam. Nunca ninguém considerou esta ato como uma falta de respeito para com ninguém. Não é prática comum ostentar os seios, pelo contrário, sempre o fizemos de forma natural e discreta.

Numa sociedade em que corpos nus surgem um pouco por toda a parte, inclusivamente na televisão em horário nobre para que qualquer pessoa possa ver, inclusivamente crianças, sem que seja considerado imoral como podemos considerar ofensivo um seio que alimenta?

Quando os médicos apelam, cada vez mais, a que as mães amamentem fornecendo, assim, tantas defesas para os filhos proporcionando-lhes uma saúde bem melhor, a sociedade condena e obriga as mães que amamentam a esconder-se como se fossem imorais ou criminosas.

São das coisas mais ternurentas que se pode presenciar, o rosto deliciado de uma criança a mamar e o brilho do olhar das duas quando se contemplam.

Nunca poderei achar este ato ofensivo ou imoral, pelo contrário, é uma das coisas mais maravilhosas que se pode fazer.

Eu amamentei e apoiarei sempre quem o faça, seja em que lugar for.

amamentação-41

Coisas de criança

Durante a minha infância, na minha aldeia, morei numa casa em que três portas se alinhavam.

Porta do quintal, que dava para a cozinha, porta da cozinha para a sala de jantar e a porta da rua.

A iluminação era feita através de candeeiros a petróleo os quais tornavam o ambiente um pouco irreal e propicio a divagações na minha cabecinha de criança.

Durante o serão reuníamo-nos na cozinha e não havia o hábito de se fecharem as portas, hábito que ainda mantenho atualmente.

Os meus brinquedos estavam arrumados na parte inferior da mesa da cozinha, nada se podia estragar. Ali estavam seguros e longe das mãos que as podiam estragar. Sim porque eu estimava muito todos os meus brinquedos.

Como todas as crianças adorava brincar imitando os adultos.

O serão passava e as brincadeiras continuavam.

Passeava por toda a cozinha mas, tinha um grande problema, quando cruzava a porta da sala de jantar um vulto negro passava ao mesmo tempo.

Nos meus poucos aninhos eu não percebia e, para evitar a sua presença, corria para que ela não me alcançasse.

Sorte malvada, ela acompanhava-me sempre.

A correria continuava sempre que passava pela dita porta.

Só algum tempo mais tarde percebi que, este meu inimigo não era mais que a minha sombra.

O candeeiro projetava-me de uma forma tão especial que tornava assustadora e irreal a minha própria sombra. Coisas de crianças!s500x500

Os livros são para ler e … reler

Neste mundo em que o facilitismo impera, consomem-se ideias pré-concebidas, pré-fabricadas por outrem, em vez de se formarem ideias próprias. Os livros são algo antigo de quem não tinha mais nada para fazer. Agora temos a internet, os jogos de computador, programas televisivos que só pretendem obter audiência e que popularizam jovens mal formados, pobres de valores e sem auto-respeito. Os livros servem para tornar as estantes mais vistosas e para passar a ideia de um falso estatuto, tendo para isso, de ter uma boa encadernação, ou ser dos mais falados da atualidade. Se alguma vez foram lidos já se perderam na memória.

Não tenho nada contra os novos meios de comunicação, pelo contrário, podem ser bastante úteis. Quanto a jogos também gosto. Sinto prazer num bom documentário, num bom concerto e num bom filme.

Quanto a livros adoro-os. Tenho bastantes e adoro passar tempo na sua companhia, com eles nas minhas mãos, é bom de ver.São a mais deliciosa companhia para os momentos de solidão, confortam a alma, abrem horizontes, fazem sonhar e, sobretudo ensinam a pensar, a refletir e a selecionar informação, servindo de filtro para aquilo que nos querem impingir.

Ler constroi conhecimentos e ajuda a melhorar o futuro.Desnvolve a linguagem e potencia o desenvolvimento.

Ensinemos as nossas crianças a gostar da leitura e a usar e abusar de um bom livro.

Quem se lembra do primeiro livro que o/a marcou? Eu lembro-me: ‘O meu pé de Laranja Lima’. E vocês, qual foi?

Se eu fosse Deus pediria:

Ultimamente tenho visto ódio, destruição, indiferença e maldade.

Pessoas a usarem o meu nome para manipular, segregar, inferiorizar, …

Nunca mandei olhar a cores, sexos ou contas bancárias.

Não mandei castrar, matar ou humilhar.

Em que nome abusam e violam mulheres e crianças? Em meu não de certeza.

Porque abandonam os idosos e os indefesos?

Estão a matar rápida e impiedosamente o planeta … esquecem que morrerão com ele.

 

Parem … amem e protejam. Respeitem e ajudem.

Obtenham orgasmos físicos e intelectuais. Vivam com prazer e no prazer.

Não esqueçam: os orgasmos são bem melhores quando partilhados.

Amem… Amem a natureza, o próximo e, sobretudo, a vós próprios.

Obtenham o máximo de prazer … proporcionem o máximo de prazer.

 

Todo o filho deverá surgir do amor e êxtase … foi assim que vos concebi.

Como todo o pai só quero a vossa felicidade.

Sejam felizes e façam feliz, toda a humanidade.

Não esperem que alguém comece, comecem vocês primeiro, terão sempre seguidores.

Protejam o planeta e curem as suas chagas. Protejam a vida.

 

Se alguém vos quiser incutir ódio, ensinar a magoar, humilhar,…

Nunca, mas mesmo nunca, acreditem que é em meu nome.

Eu sou amor, vocês são amor. Amem e sejam felizes.

Fortunata Fialho.

 

Viva Portugal

Quem me conhece sabe que não sou adepta de futebol mas quando Portugal joga não fico indiferente. li uma publicação francesa em que era dito que Portugal não merecia estar nas semifinais. Não sei porquê. Hoje provou que sim, que merece. Mesmo não apreciando sofri com a visualização do jogo e vibrei com o sucesso da equipa.Parabéns selecção, repitam o feito na final.

Relembro também que Portugal não é só futebol. Os nossos atletas estão a conquistar medalhas  nas mais diversas disciplinas desportivas, a um ritmo alucinante. Estes desportistas também merecem ser reconhecidos e divulgados. Parabéns, também, a todos estes desportistas que tanto têm brilhado e tanto têm feito ouvir o nosso belo hino, um pouco por todas as competições em que têm participado. Parabéns também para aqueles que, não tendo conseguido medalhas, brilharam nas suas participações.

VIVA PORTUGAL

 

Aula.

Aula

Espaço de aprendizagem.

Assim me ensinaram quando fui aluna.

Em casa educa-se, na escola aprende-se.

Hoje:

Escola é um espaço de convívio,

A forma de socializar,

Estar com os amigos e conversar.

Então quando e onde se aprende?

Como saber Matemática, Português, Inglês,…

Como descobrir vocações?

Como vir a ser um bom profissional?

Sem conhecimentos?

Como teremos confiança em quem nos trata,

Nos ensina, nos constrói as infraestruturas?

Como será a nossa sociedade futura?

Quero que os meus alunos aprendam,

Sejam os melhores profissionais possível,

Sejam os génios de amanhã.

Pais ajudem-nos!

Estes são os vossos Filhos,

Os Homens de amanhã.

 

Fortunata Fialho em Sentidos ao vento

http://www.bubok.pt/livros/7987/Sentidos-ao-vento

Quando tentei entrar no mundo da escrita, depois de me terem convencido de que tenho algumas capacidades, este foi o meu primeiro projeto. Com muita emoção e sentimento, investi e, com muita ingenuidade, esta professora de Matemática, escreveu e publicou com o nome Fortunata Fialho . Espero que quem resolva perder um pouco do seu tempo a ler me comunique a sua opinião. Este livro também se encontra publicado na Amazon.com mas com o titulo Momentos. A inexperiência no campo da publicação levou a uma obra com dois títulos diferentes.

Obrigada.