A menina na rua, olhava para todos os lados. Os olhos arregalados e a cor do medo chamavam a atenção de quem passava. Em uma das mãos uma gaiola vazia, na outra um canário morto. – Não fui eu! Não fui eu! Não fui eu! A menina andava pelas ruas do bairro em que morava […]

via #ValeUmConto – A Gaiola, o Canário e a Euforia — Fernanda Zechinatto – Escritora

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s