LE GALANT JARDINIER Lorsque dans voire jardin, Mignonne, j’entrai soudain, Vous avez fui comme un daim. Vous avez caché vos craintes Dans des coins en labyrinthes; Mais j’ai suivi vos empreintes. J’ai su voir, même embrouillés Parmi les gazons mouillés, Les baisers de vos souliers. (Jean Richepin)

via LE GALANT JARDINIER (Jean Richepin) — Arbrealettres

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s