Serão.

Lá fora chove.

Os filhos saíram.

A televisão trabalha e nem a ouço.

Penso,

Penso na vida e no trabalho.

Como foi possível que o trabalho domina-se o

Meu pensamento.

O que realmente quero, é estar com quem amo.

Traçar objetivos.

Falar sobre o que se passou no nosso dia.

Desabafar infortúnios e, ajudar a afugentar os

Problemas.

O serão é aconchegante e os filhos regressam.

A chuva continua e não convida a saídas

Longas.

Surgem os desabafos, os amuos e as

Resmunguices.

No entanto, quando os problemas apertam

Procuram o colinho dos pais.

São adultos mas…

Para nós são crianças.

Os nossos filhotes.

Queremos deixá-los crescer, contudo,

Continuamos a protege-los como se fossem

eternas crianças.

É serão e chove lá fora.

Cá dentro existe muito amor e cumplicidade.

Aqui estamos protegidos, quentinhos e,

Sobretudo, unidos.

Somos uma família.

Podemos aborrecer-nos uns com os outros.

Dai a pouco estamos a brincar como se nada se

Tivesse passado.

É serão e chove torrencialmente.

Não nos apercebemos que o dia termina,

Que amanhã é dia de trabalho,

Conversamos sobre tudo e sobre nada.

De repente olhamos para o relógio.

Meu Deus é tão tarde!

Todos para a cama.

Terminou o serão!

Fortunata Fialho em:

ff_a5

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s