Évora

Évora, cidade museu, património mundial.

Cidade que adotei como minha.

Por todas as suas ruas transpira história.

Cidade antiga, calma e acolhedora.

Aqui sinto-me bem,

Posso passear pelas suas ruas e pensar,

Sem o ruido das grandes cidades.

Posso olhar os seus monumentos,

Sentir-me parte da sua história.

Quase que podemos ver gentes antigas,

Passeando com seus trajes,

Vivendo ao ritmo lento de outros tempos.

Évora, cidade onde o antigo e o moderno se

Unem,

Sem entrarem em conflito,

Sem parecerem desajustados.

Cidade despoluída, em constante evolução.

Cidade dos meus filhos.

Cidade onde estudei, casei e vivo.

Onde me sinto feliz e gosto de passear.

Nas suas ruelas vive-se e sonha-se,

Reflete-se e fazem-se planos,

Podemos transportar-nos para outra época,

Pensar como a vida era calma

Sem stresse,

Sem a loucura do dia-a-dia,

Sem a correria que caracteriza a vida

Contemporânea.

Cidade linda cheia de magia.

Cidade mãe que acolhe todos no seu regaço.

Évora… minha cidade.

 

Fortunata Fialho em:

ff2

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s