Nascer…

Parem! Não quero! Estou bem aqui. Deixem-me em paz.
Não sei o que se passa! Não fiz nada de errado! Então porque estou a ser  expulso?
Que medo! Estou a ser apertado, quero espaço… Isto não se faz.
Que é isto? Estou encandeado! Será esta a luz de que a mamã me falava?
Mamã, mamã onde estás? Estou a ouvir a tua voz, mas, afinal qual és? Há… és tu! Abraça-me, estou assustado… canta-me aquela canção com que me
embalavas.
E o meu papá? Não era, também, ele que me acariciava e me contava
histórias?
Não, não me largues… Espera, conheço estas mãos e esta voz. És o meu papá.
Tenho medo, tudo à minha volta é imenso! Que lugar é este?
Tenho saudades da segurança que me envolvia, ali ninguém me perturbava.
Sei que não posso voltar. Fechaste a porta e perdeste as chaves. Era o meu
lar…
E agora, como vai ser? Também tenho uma casa? Vão-me continuar a amar?
Espera… que estou a sentir? Fome? Então já não me alimentas? Tenho fome!
Choro… não vez que choro? Quero comer… como me alimento?
Queres que chupe ai? Não costumo comer assim… Está bem, vou
experimentar.
Que macio! Que é esta coisa branca? Hum… sabe tão bem.
Mamã, papá não deixem que nada de mau me aconteça… Afinal o que é mau?
Não distingo o bem do mal. Para mim só existem coisas boas, só conheci o
vosso amor.
Tenho medo… tudo é desconhecido, tudo me assusta. Que é o mal? Ensinam
me?
Está bem, vou confiar em vocês, por favor protejam-me… sempre. Tenho
medo

 

Fortunata Fialho

convite

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s