Fazes o silêncio dos lilases que esvoaçam na minha tragédia do vento no coração. Fizeste da minha vida uma história para crianças onde naufrágios e mortes são pretextos de cerimônias adoráveis. [Alejandra Pizarnik] As cigarras com seu canto impertinente, o calor da tarde que vai colorindo os vidros da janela do quarto e sinto o romper […]

via Dos pássaros que trago no peito… — Compondo Pássaros & Silêncios…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s