São horas que escorrem Delapidadas usadas e cansadas Deixam-se lentamente ou apressadamente Morrer um dia mais à frente… E com o tempo que inventam As horas se multiplicam Quando cansadas subtraem as mais usadas Essas que sem querer caiem por terra Sem saberem ficam semeadas Fabricando mais horas, muitas delas paradas… E nós que […]

via HORAS DERRAMADAS —

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s