Partem e não voltam

Partem e não voltam, fogem sem saber porquê.

Podem fugir a vida inteira sem nunca partir, desejam e nunca obtêm.

Pobres coitados, sempre iludidos em busca de uma saída.

Partem mas não se afastam reencontrando, sempre, aquilo de que fogem.

Pobres coitados eternamente iludidos numa fuga constante.

Parem, lutem, enfrentem e pensem um pouco.

Partir não é solução, viver é difícil e fatigante.

Podem viver em fuga mas, o sofrimento será constante.

Por vezes também eu fugi, nada adiantou!

Perseguida pelos problemas pouco me afastei.

Parei, refleti e resolvi ficar.

Passou o tempo de fugas, chegou o tempo de lutar.

Padeci, chorei, gritei em silêncio e venci.

Pessoalmente cresci e voltei a ser gente.

Progredi e conquistei, cresci e de novo sorri.

Prometi não mais fugir e investi em ser feliz.

Pude tornar-me forte, também o poderão ser.

Padecem todos os que teimam em fugir. Parem.

Parem, sejam corajosos. A força virá, vão ver.

 

Forrtunata Fialho

em:estudo_capa_completa_simplesmente historias (2)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s