Estupidez, mais uma das “Simplesmente… Histórias”

Estupidez é um estado que assiste a muito boa gente que pensa que pode mandar em tudo e em todos. Por outro lado, um estúpido pode pensar de forma contrária e deixar que outros mandem na sua própria vida.

Estupidez também pode ser confundida com má educação, uma pessoa mal-educada revela uma estupidez incalculável.

Uma questão se põe: E quando nos assola uma estupidez atroz e, sem que o notemos, só fazemos asneira da grossa?

Não me considero uma pessoa mal-educada e muito menos estúpida, então porque faço tanta estupidez na minha vida?

Será que todo o ser humano tem, latente em si, uma fonte de estupidez? Será que é uma doença contagiosa que ameaça tornar-se uma epidemia ou até mesmo uma pandemia?

Evito a todo o custo ser estupida e tento tratar as outras pessoas, e o mundo que me cerca, com respeito e consideração, então porque me acontece tanta coisa estúpida?

Estupidamente estupefacta, observo o mundo à minha volta e tento compreender o que se passa. Quando é que as pessoas abrem os olhos e se começam a comportar como inteligentes? É urgente, deixar de ser estúpido e tornarmo-nos proactivos. Lutar por um mundo mais produtivo, igualitário, justo, respeitoso e, sobretudo, mais educado.

Podemos tentar usar a educação para melhorar todo o ser humano. Realmente também não podem-mos esquecer que há tantos educadores, e sobretudo pseudo-educadores, francamente estúpidos ou estupidificados.

Realmente a deseducação é a melhor forma de nos tornarmos estúpidos, então é preferível investir na educação, numa boa educação. Educando, o nosso semelhante, poderemos ter um mundo mais são e humano. Partilhando bons exemplos poderemos tornar o ser humano realmente humano e menos estúpido.

É urgente e imperativo melhorar o estado anímico de todo o ser, dito, humano e fazer com que se torne menos estúpido e mais inteligente. De notar que estes dois estados podem perfeitamente coexistir na mesma pessoa. Podemos ser estupidamente inteligentes ou, inteligentemente estúpidos.      É um facto que a estupidez nos cerca, então que fazer? Talvez o melhor seja aproveitar toda esta estupidez e torná-la numa ferramenta de trabalho e, inteligentemente, melhorar tudo aquilo que nos seja possível.

Como diz o velho ditado: “se não os consegues vencer junta-te a eles”, se não conseguimos vencer esta estúpida estupidez então usemo-la, de forma positiva, para solucionar os problemas com que diariamente nos deparamos.

Já que não conseguimos curar esta estupidez então sejamos estúpidos mas umas boas pessoas.

 

Fortunata Fialho

Template Convites - Feira do Livro 2017_Fortunata Fialho (1)

Advertisements

2 thoughts on “Estupidez, mais uma das “Simplesmente… Histórias”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s