Alentejo…

Olho e sou rodeada por um mundo de cores envolto em suaves odores.

Planícies… não, telas coloridas, surgem de todos os lados.

Alguns génios pintores brincaram com paletas de cores.

Pinceladas, sabiamente distribuídas, surgem sob o meu olhar.

Alentejo, terra verde e florida, abraçada por luminosos raios solares.

O sol sempre que nasce, perante tal beleza, oferece-lhes o brilho dos cristais.

 

Pelos campos correm riachos, chilreiam pássaros, pastam animais.

Ranchos de trabalhadores espraiam-se pelos campos.

Trabalhadores, alegres, brincam e cantam enquanto labutam.

Enfrentam o sol e o frio, corajosamente, sem um queixume, sem um lamento.

Alentejo de gentes felizes e valentes, de vinhas e cearas sem fim.

Terra de noites calmas ao som do silêncio dos campos.

Silêncio repleto de barulhos noturnos.

 

Alentejo, terra linda, de gentes tranquilas e amáveis.

Meu berço… meu lar…. minha paixão.

Nasci no Alentejo… que sorte… que prazer…

Terra onde nasci… cresci… amei…

Terra onde desejo… um dia bem longe… morrer.

 

Fortunata Fialho

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Alves Redol o eterno contador de sonhos.

Viajar é correr mundo, voar mais alto que os pássaros ou pisar o chão da Terra ou as ondas do Mar Alto… É ver bichos de muitas cores e feitios, montanhas, rios, e ribeiros e pessoas e lugares… Conhecer e descobrir, inventar e duvidar, sabendo cada vez mais, sem nunca pensar que basta o mundo […]

via Viajar — pedalo pela cidade

À CHLOÉ (Homero Aridjis)

Arbrealettres


  


À CHLOÉ

J’entends ta présence d’ici
quoique je ne t’entende pas, toi.
Ça me plaît tant que tu sois là
que je ne désire pas que tu t’en ailles d’ici.
Si proche et si loin de là
que quasiment je me ressens, moi.
Qui sait, ici, là et moi,
ne sont pas plus que des formes
égales et distinctes de toi.

(Homero Aridjis)

Recueil: Les poèmes solaires
Traduction: Ivan Alechine
Editions: Mercure de France

View original post

Tanta intolerância e falta de civismo. simplesmente lamentável.

Source:CNN A man was confronting the two teens — including one who was wearing a hijab — and started spouting “hate speech toward a variety of ethnicities and religions,” Portland Police Sgt. Pete Simpson said.”He told us to go back to Saudi Arabia and he told us we shouldn’t be here, to get out of […]

via What should you do if you witness a Islamophobic tirade? — The Muslim Times

Aluna com valor.

Maria Vera Mendes da Silva, aluna de 12.º ano da Escola Secundária de Francisco Franco, vai representar Portugal nas XI Olimpíadas Ibero-americanas de Biologia, depois de divulgada a classificação final da edição deste ano das Olimpíadas Portuguesas em cerimónia realizada este fim-de-semana no Pavilhão do Conhecimento, em Lisboa. A jovem estudante da Francisco Franco foi […]

via Aluna da Francisco Franco representa Portugal nas Olimpíadas Ibero-americanas de Biologia — Funchal Notícias

Belo discurso.

Bom, nada mais inseguro do que um escritor numa conferência sobre segurança, um escritor que se sente um pouco solitário porque foi o único convidado nesta e na anterior edição. Preciso de um abrigo, preciso de um refúgio. É um texto que vou ler… o presidente tinha dito que eu devia falar espontaneamente. Não sou capaz […]

via Mia Couto: Murar o medo — Ensaios e Notas

Arte de rua.

Super classic as they can say, nevertheless we can’t help sharing our version of a Street Art’s walk in Shoreditch with you. Thanks to the Google Map’s screen shot below, discover the unmissable streets: Rivington Street, Redchurch street, Princelet Street, Fournier Street, Heneage Street, Fashion Street to admire the greatest modern artists: Banksy for sure, but also 2 Frenchies: […]

via Street art walk in Shoreditch — London2ofakind