Libera vita / Poesie di Paola Iotti — Galaktika Poetike “ATUNIS”

Poesie di Paola Iotti Libera vita Se ne stava immobile, inclinato il capo, come chi da tempo ha accettato il giogo, pesante fardello del volere altrui. Inerte buio cuore, dove l’ultimo battito di umana speranza, cede il passo, al ritmo del tamburo di impietoso aguzzino. Quelle membra mutate dal rifiuto del vivere, in miseri […]

via Libera vita / Poesie di Paola Iotti — Galaktika Poetike “ATUNIS”

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s