“Dia triste” – Poema

Web TV

“O frio chega sem aviso, no sul do meu país,

agasalhos e falsos calores,

para podermos suportar tal frio,

para não transformar poucas lagrimas em rios”

“Garoas chuvas, ou talvez até neve,

vai anoitecendo devagar e sem avisos,

o verdadeiro frio vai aparecendo,

sem avisos ou barulhos precisos,”

“Agasalhos nós humanos ficamos,

e pouco a pouco nós suportamos,

para o calor logo todos vamos,

Porém envoltos de coisas falsas ficamos”

View original post

Anúncios

2 thoughts on ““Dia triste” – Poema

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s