😶😶😶 Sonho… 😶😶😶

Fecho os olhos e… sonho com um mundo perfeito.

Um mundo sem guerras… um mundo de amor… um mundo criança…

O sol no sorriso de todos os rostos… o som de gargalhadas puras e cristalinas.

Em cada coração a pureza e entrega da ingenuidade da infância…

Um mundo verde de esperança… vermelho de alegria… azul de paz…

Onde não existe fome, frio, tristeza, dor… Tudo é perfeito…

 

No meu sonho os rios são limpos e as suas águas cristalinas…

Os campos verdes, as flores de um colorido vibrante…

O ar puro… leve… saudável… totalmente respirável.

Nenhum ser vivo tem medo… não tem motivos para tal.

O respeito é mútuo… a tolerância uma constante.

 

Sonho… que um dia o ser humano deixa de ter cor…

Que todos são iguais… que ninguém se considera superior…

Sonho que todos sonham e não existem pesadelos…

Que todos acordam felizes, tranquilos… apaixonados…

Apaixonados pela vida… pela harmonia… pelo amor.

Sonho que só existem motivos para ser feliz…

Sonho que não sonho… que isto sim é a realidade,

Que a vida é… simplesmente… amor…

Fortunata Fialho

Fortunata Fialho-01

L’averse (Francis Carco) — Arbrealettres

L’averse Un arbre tremble sous le vent. Les volets claquent. Comme il a plu, l’eau fait des flaques. Des feuilles volent sous le vent Qui les disperse Et, brusquement, il pleut à verse. (Francis Carco) Illustration: Georges Briot

via L’averse (Francis Carco) — Arbrealettres

Catalunha declara independência da Espanha, espoletando conflito e controvérsia — Funchal Notícias

A Catalunha declarou hoje a sua independência da Espanha, espoletando uma situação que se prevê venha a acabar em conflitos graves e violência. A situação, sem precedentes, está a suscitar todo o tipo de atenções e comentários dos media internacionais, que dão conta da votação do parlamento regional catalão, que votou por maioria esmagadora a […]

via Catalunha declara independência da Espanha, espoletando conflito e controvérsia — Funchal Notícias

Poema do dia 27/10/2017 — Poesia dos meus eu’s

Poema do dia 27/10/2017 Morreria feliz no teu abraço Apenas por isso mesmo, por ter abraçado… Não um abraço qualquer, não Mas um abraço verdadeiramente, abraço… Na união profusa em que os braços se cruzam No escutar de dois corações, unidos, únicos e unos… Nos braços que nos apoiam e amparam No abraço, no olhar […]

via Poema do dia 27/10/2017 — Poesia dos meus eu’s

MUTAÇÃO, NÃO A SELEÇÃO NATURAL, IMPULSIONA A EVOLUÇÃO —

O biólogo molecular evolucionista Masatoshi Nei diz que Darwin nunca provou que a seleção natural é a força motriz da evolução – porque não é. Em uma sala de concertos cavernosa, diante de uma audiência de milhares ansiosos, Masatoshi Nei está passando por uma falha técnica. O biólogo recebeu em 2014 o prestigiado Prêmio Kyoto […]

via MUTAÇÃO, NÃO A SELEÇÃO NATURAL, IMPULSIONA A EVOLUÇÃO —

🎀 “Simplesmente… Histórias” 🎀

Partem e não voltam, fogem sem saber porquê.

Podem fugir a vida inteira sem nunca partir, desejam e nunca obtêm.

Pobres coitados, sempre iludidos em busca de uma saída.

Partem mas não se afastam reencontrando, sempre, aquilo de que fogem.

Pobres coitados eternamente iludidos numa fuga constante.

Parem, lutem, enfrentem e pensem um pouco.

Partir não é solução, viver é difícil e fatigante.

Podem viver em fuga mas, o sofrimento será constante.

Por vezes também eu fugi, nada adiantou!

Perseguida pelos problemas pouco me afastei.

Parei, refleti e resolvi ficar.

Passou o tempo de fugas, chegou o tempo de lutar.

Padeci, chorei, gritei em silêncio e venci.

Pessoalmente cresci e voltei a ser gente.

Progredi e conquistei, cresci e de novo sorri.

Prometi não mais fugir e investi em ser feliz.

Pude tornar-me forte, também o poderão ser.

Padecem todos os que teimam em fugir. Parem.

Parem, sejam corajosos. A força virá, vão ver.

 

Fortunata Fialho

livros

😇 “Simplesmente… Histórias” 😇

Caro Diabo. Depois de tentar comunicar contigo e de nunca receber resposta, ouvi dizer que as novas tecnologias te cativam. Acreditei, claro, pois tomei conhecimento de todos os teus seguidores e do mal que andam a fazer sem que se tenham de identificar.

Venho, esperançado de que leias e respondas como manda a boa educação, se é que ainda tens alguma, claro.

Peço que deixes a humanidade em paz, já lhes criaste problemas que cheguem. Tens feito um trabalho, de grande qualidade reconheço, em infernizar os desgraçados. Tiras-lhes o pão da boca, o dinheiro do bolso, a saúde e, como se não bastasse ainda os assustas de morte com terroristas, assassinos, violadores e outros que tal, que ensinaste na perfeição.

Não te resta um pouquinho de humanidade? O tempo comigo não te deixou nem um pouco de compaixão?

O pior disto tudo é que eu não tenho mãos a medir a tentar corrigir toda a porcaria que fazes. Já nem tenho tempo para descansar, o que prejudica o desempenho de qualquer um, mesmo o meu que sou Deus. Quando penso ter limpo a porcaria que fazes, tu fazes muita mais.

Apelo á tua consciência, na esperança de ainda teres alguma, para que poupes o meu rebanho e lhes proporciones alguma tranquilidade e, sobretudo, os deixes ter os seus momentos de felicidade, eles merecem já os fizeste passar por tanto! Os teus lobos já tiveram tempo para se alimentarem, deixa o meu rebanho seguir o seu caminho sem o medo dos seus ataques.

Quando vivias comigo já revelavas um comportamento preocupante mas caramba, não tivesse já tempo para crescer e deixares de ser tão problemático? O tempo de rebeldia já deveria ter passado, devias de te ter tornado mais maduro e responsável.

Reflete e muda… substitui a maldade por sexo porra!

 

Fortunata Fialho

IMG_2820