🎷🎵🎸E como dança… 🎸🎵🎷

No fundo da minha alma as letras agitam-se… enlaçam-se…

Formam palavras… frases… parágrafos e… soltam-se.

Numa erupção épica explodem e… gritam.

Caem como cinzas doces, esvoaçantes e melódicas, envolvendo-nos.

Os seus gritos, melódicos e ritmados, apelam ao movimento.

Uma letra dança e outras agitam-se, subitamente abraçam-se, tornam-se palavras.

Palavras dançantes em frases, melódicas e sentidas… sonhadas.

E dançam. Juntam-se às centenas… milhares e rimam… rodopiam.

Doces poemas… sons de alma… desejos contidos, surgem.

Poesias dançantes ao som de sonhos e amores vividos ou… sonhados.

Nesta tela, os seus paços, imprimem e… imortalizam-se.

Que terno bailado! Que doce melodia! Minha poesia.

Penso… sinto… escrevo e as palavras dançam e criam vida.

E como dançam!

A minha poesia é o movimento da minha alma, a dança dos meus sonhos.

Em mim, o sonho toma a forma de palavras e… escrevo.

No espaço em branco as palavras surgem, movem-se e, sim, parecem dançar.

Os sentimentos fluem e, melodicamente, componho.

A dança das palavras que deslizam inebriam-me e eu… só escrevo a sua coreografia.

 

 

Fortunata Fialho

Fortunata Fialho-01

Baby elephant rescued from ditch and reunited with mother — Why Evolution Is True

Here’s a lovely video posted by “Magestic Tuskers”, with their description: In Kerala, India, a baby elephant falls into a ditch (or an abandoned well) and gets trapped there. As the family of wild elephants watches and waits on the other side of the river, local people and forest officials use an earthmover to help […]

via Baby elephant rescued from ditch and reunited with mother — Why Evolution Is True

A lua e o sol do poeta… — Beija-flor Cigano

É fim de noite, serena madrugada, Despede-se a Lua cheia encantada, Saudando no campo, a rubra flor… Vai repousar nos braços do criador. Com a alma tristonha, o poeta dar adeus Para sua menina que com ele madrugou! Em sua magia a poesia brotou, Todo sentimento que ela inspirou. Não fica triste poeta, o irmão […]

via A lua e o sol do poeta… — Beija-flor Cigano

🌉 ✨Silêncio da noite.✨ 🌉

Acordo e o silêncio da noite mostra toda a sua intensidade.

Silenciosamente saio da cama e espreito pela janela do meu quarto.

As estrelas brilham e iluminam, graciosamente, o firmamento.

Uma chuva de estrelas cadentes presenteia-me com todo o seu esplendor.

Por momentos penso pedir um desejo por cada uma.

Missão impossível. São tantas e passam tão rápido que não as consigo contar.

Um sorriso ilumina o meu rosto e os meus olhos brilham intensamente.

Não tenho sono mas não faz mal, se adormecesse perderia toda esta beleza.

Ao longe o silêncio da noite, com especial fervor, faz-se escutar

Na sinfonia dos grilos violinistas, das cigarras flautistas,

Das rãs a marcarem o compasso e do vento num coro fantástico.

Tanta beleza no silêncio da noite transmite felicidade.

As horas passam e o cansaço não chega.

Não tenho sono e não estou cansada, estou maravilhada.

No silêncio da noite tudo é harmonia, tudo é felicidade.

O sol surge, timidamente, ao longe e o céu parece incendiar-se.

O dia espreita e ao som da noite junta-se a sinfonia do dia.

As estrelas escondem-se, o negro fundo da noite torna-se azul.

Os meus olhos fecham-se, por fim o sono chegou.

Deito-me, adormeço e sonho. Sonho com o silêncio da noite.

 

Fortunata Fialho

 

Fortunata Fialho-01