A lua e o sol do poeta… — Beija-flor Cigano

É fim de noite, serena madrugada, Despede-se a Lua cheia encantada, Saudando no campo, a rubra flor… Vai repousar nos braços do criador. Com a alma tristonha, o poeta dar adeus Para sua menina que com ele madrugou! Em sua magia a poesia brotou, Todo sentimento que ela inspirou. Não fica triste poeta, o irmão […]

via A lua e o sol do poeta… — Beija-flor Cigano

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s