🎉🎊 FELIZ 2018 🎊🎉 🌌As estrelas brilham🌌

Olho pela janela e o brilho das estrelas convida ao sonho.

Lá fora a noite envolve tudo em seu redor convidando os amantes.

Estou só! As horas passam e, finalmente a porta abre-se.

Sinto a tua presença e o meu rosto ilumina-se.

Continuo contemplando as estrelas e, ansiosamente espero.

O dia terminou e agora nada mais importa, o hoje já se foi e o amanhã ainda tarda.

O agora é só nosso e nada mais importa. Vem… faz o tempo parar.

As tuas mãos tocam os meus ombros e, lentamente, a roupa desliza pelo meu corpo.

O frio da noite mistura-se com o calor do teu corpo e estremeço.

Já não sinto frio, o calor invade a minha pele e… é tão bom.

Fecho os olhos e… sinto. Sinto o suave toque da tua pele… a carícia do teu respirar.

Quero mover-me e não consigo, o meu corpo recusa qualquer movimento.

O corpo deixou de ser meu, ficou preso no teu toque e no meu desejo.

Lentamente rodo e envolvo-te num terno abraço.

Tudo cessa. Não… tudo gira como um carrossel de emoções.

Não sei se vivo ou… se sonho. Devo viver… pareço respirar.

O meu corpo físico desaparece, no seu lugar fica um mundo de sensações.

Todo o teu corpo… o nosso corpo vibra e a entrega é total.

Só sinto, não penso, sou como um rio revolto em busca do mar.

O calor dos teus lábios descobre os meus como uma corrente de emoções.

Docemente os nossos corpos unem-se, fundem-se, tornam-se um só.

Ondas de emoção agitam o oceano dos nossos corpos,

Explodem na nossa praia como um tsunami avassalador.

O quarto tornou-se mundo e o nosso mundo universo.

Nos teus braços… nos meus braços… nos nossos braços, surge o universo.

O nosso universo cresce, expande-se e… a vida acontece.

Já não consigo ver as estrelas… as estrelas somos nós e… brilhamos.

Lentamente o universo acalma-se e o mundo retoma forma.

As ondas aquietam-se e os corpos repousam.

Envoltos nos nossos lençóis, abraçados repousamos.

Eu… sorriu e… contemplo o brilho das estrelas.

 

Fortunata Fialho

 

(retirada da internet)

21578b87d9cf205

 

🌁⛅Nuvens⛅🌁

Olho o horizonte,

Deparo-me com um céu nublado.

O silêncio cerca-me,

Concentro-me nas nuvens.

Deparo com um mundo de sonho.

Sob o meu olhar desfilam

Paisagens, animais,…

Continuo a sonhar,

Animais fantásticos divertem-se,

Campos florescem,

Surgem montanhas,

Riachos límpidos e silenciosos…

As aves voam e percorrem os dois mundos:

O real e o sonhado.

Seria tão bom que pudessem falar!

Talvez eles conheçam esse mundo!

Talvez me digam que também é real.

Quem me dera ter asas e voar!

Levantar voo e partir para o mundo Nuvem.

Conhecer novas criaturas e novos horizontes.

Talvez desse mundo possa sonhar outro.

O facto de ser a preto e branco

Pode significar que todas as criaturas são iguais

Que não há racismo

Nem qualquer separatismo.

Quem sabe se não existe pobreza?

Quem sabe se não é um mundo muito mais feliz?

De repente o sol brilha,

As nuvens dissipam-se,

A realidade chama-me:

Acorda sonhadora.

Acordo e penso:

Porque sonharei tanto?

 

Fortunata Fialho

ff2

Desculpe… roubei 😉😊

O poema que não escrevi ontem Perfilam-se as palavras como passos Como pétalas desfolhadas da rosa Uma após a outra, consecutivamente… Entre nuvens escassas num céu de Janeiro E um acentuado arrefecimento nocturno Avizinhasse um dia calmo E um qualquer esvair do tempo… [onde moras saudade?] Os deuses que te concedem o dia Chamam-te à […]

via O poema que não escrevi ontem — Poesia

A emoção 18 avós e bisavós (quase) centenários ao verem seus netinhos pela primeira vez — VIVIMETALIUN

Se a internet muitas vezes parece ser somente um reservatório do pior do ser humano, onde o ódio, o preconceito e a violência podem reinar ruidosamente, ela também é capaz de nos lembrar dos mais bonitos e profundos sentimentos. Uma postagem recente no site Bored Panda reunindo fotos de avós e bisavós encontrando netos e […]

via A emoção 18 avós e bisavós (quase) centenários ao verem seus netinhos pela primeira vez — VIVIMETALIUN

😍Alentejo😍

Olho e sou rodeada por um mundo de cores envolto em suaves odores.

Planícies… não, telas coloridas, surgem de todos os lados.

Alguns génios pintores brincaram com paletas de cores.

Pinceladas, sabiamente distribuídas, surgem sob o meu olhar.

Alentejo, terra verde e florida, abraçada por luminosos raios solares.

O sol sempre que nasce, perante tal beleza, oferece-lhes o brilho dos cristais.

 

Pelos campos correm riachos, chilreiam pássaros, pastam animais.

Ranchos de trabalhadores espraiam-se pelos campos.

Trabalhadores, alegres, brincam e cantam enquanto labutam.

Enfrentam o sol e o frio, corajosamente, sem um queixume, sem um lamento.

Alentejo de gentes felizes e valentes, de vinhas e cearas sem fim.

Terra de noites calmas ao som do silêncio dos campos.

Silêncio repleto de barulhos noturnos.

 

Alentejo, terra linda, de gentes tranquilas e amáveis.

Meu berço… meu lar…. minha paixão.

Nasci no Alentejo… que sorte… que prazer…

Terra onde nasci… cresci… amei…

Terra onde desejo… um dia bem longe… morrer.

 

Fortunata Fialho

 

WIN_20140831_152515

Charming Photos of Wild Red Foxes Enjoying the Winter Snow — Sig Nordal, Jr.

Dutch wildlife photographer Roeselien Raimond captures the beauty and joy in nature, particularly through her fantastic red fox photos. Having photographed these charming creatures since 2010, Raimond is now an expert at catching them during their most adorable moments. Her most recent images capture a range of resilient red foxes enjoying the winter snow. “It […]

via Charming Photos of Wild Red Foxes Enjoying the Winter Snow — Sig Nordal, Jr.

Interessante!

Acho que posso dizer com segurança que a planta de Natal mais popular da América do Norte é a poinsétia (Euphorbia pulcherrima): as lojas estão cheias desta temporada! Mas outras plantas também são populares: o cactus de Natal (Schlumbergera spp.), O kalanchoe de Natal (Kalanchoe blossfeldiana), o amaryllis (Hippeastrum spp.), The chili pepper […]

através de plantas de Natal ao redor do mundo – Jardinagem preguiçosa