🌊 Mar infinito.🌊

Mar infinito.

 

Sobre o azul cristalino do mar pousa o meu olhar.

Sentada na areia húmida e fresca, contemplo o infinito.

Onde acaba o mar e começa o céu?

Não consigo distinguir, o azul é imenso… tranquilo.

Nas ondas brilham diamantes… um manto de encantar.

Envoltas em estrelas brilhantes as ondas sucedem-se,

Descrevem coreografias elaboradas ao ritmo da força do vento.

Umas acariciam docemente a areia, beijando cada um dos seus grãos,

Outras, num arrebate apaixonado, envolvem-nas num turbilhão.

Como amantes, envoltos num tórrido abraço, rolam pela praia.

O vento, ciumento, tenta afastar as ondas.

O areal repousa húmido e quente… espera pela onda que se acerca.

Num eterno romance o mar e o areal formam um só.

Subitamente, uma sensação de humidade desperta-me.

O mar parece dizer, entra, torna-te parte de mim.

Numa provocante carícia percorre o meu corpo,

Vibro, não sei se de prazer ou de frio, e deixo-me ficar.

Pelo meu corpo correm ondas de frescura,

Fecho os olhos e cada poro do meu corpo estremece de prazer.

Como amo este mar! Como me sinto feliz!

Envolta nas suas ondas sinto-me viva… plena.

Nos seus braços deixo a realidade e transportou-me ao Olimpo.

Como uma deusa não sou mais deste mundo.

Sou uma miragem, um sonho… divina.

O mar recua e abandona o meu corpo… desperto do sonho.

Contemplou o infinito azul… sorriu e… estou feliz…

 

 

Fortunata Fialho

 

Capa Conexões Atlânticas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s