😢💐😄Sós…😄💐😢

escreversonhar

Sós… tanta gente e no entanto tão sós…

O mundo passa a nosso lado e não nos apercebemos.

Passos soam como se de um sonho se tratasse,

Vozes cercam-nos e nós não as escutamos… continuamos… sós.

Tudo o que nos rodeia pertence a uma outra dimensão… dimensão de amor.

O nosso mundo somos nós… e o céu… os nossos beijos.

Na solidão dos nossos carinhos mora a felicidade.

Uma felicidade que criou raízes e cresce vigorosa.

Nos seus ramos florescem flores que ao vento se transformam em… prazer.

Os nossos corpos emanam calor e brilham alimentando vida.

As nossas carícias são como a brisa envolvendo os campos.

Ao nosso contacto perfumes inebriantes se elevam.

Dos nossos corpos, fragrâncias afrodisíacas, dispersam-se e embriagam.

O nosso mundo é amor… paixão… felicidade… criação.

A nossa felicidade é plena e, no meio da multidão, estamos… sós.

Eternamente… felizes… plenos… realizados… sós…

Fortunata Fialho

WIN_20140831_152710

View original post

Brisa.

B

Uma leve brisa beijou o meu rosto, suave e delicadamente.

Segredou ao meu ouvido todos os segredos do mundo.

Confessou que no ar paira o amor e a paixão,

Que também transporta o ódio e a intolerância.

Agita-os para que se misturem… espera que o bem apague o mal.

Com gotas de orvalho chora o seu insucesso.

O ódio não se dissipa e a intolerância teima em crescer.

O amor e a paixão aliaram-se á compreensão e ternura,

Armaram-se de beijos e abraços e montam a brisa.

Como Cavaleiros de armadura reluzente bramem suas armas.

A brisa, como um cavalo alado, corre em seu auxílio.

Cansada, a brisa descansa… repousa em meu redor.

Sofreu tantas derrotas e tantas vitórias…

A luta é eterna… o descanso efémero…

A brisa acaricia o meu rosto e… segreda:

A luta continua e… eu nunca desisto.

Numa rajada de vento eleva-se… gotas de orvalho caiem.

No meu rosto rola uma lágrima…

No meu rosto brilha um sorriso de esperança..

Fortunata Fialho

Imagem retirada da internet.

Tempo.

O tempo não tem idade… não sabe onde nasceu.

O tempo é órfão e não sabe.

O tempo é Deus… é saudade…

É Fénix renascendo sempre que se fina.

É imortal… intemporal… eterno.

O tempo tarda… o tempo foge…

Espirito indomável… amante ciumento,

Possessivo, intenso… doce e terno.

Tempo dos amantes… terno e apaixonado,

Tempo dos inocentes… ingénuo e sonhador.

O tempo é criança traquina e apressado.

O tempo é velho… sábio e sensato.

O tempo é meu e não me pertence.

Traidor inclemente passa e não se detém.

Teimoso insensível, nunca volta atrás.

Lento e indolente, teima a tardar,

Rápido foge e não se deixa apanhar.

O tempo não tem tempo… que estranho!

Por vezes corre, outras é tão lento… que raiva!

Quero o meu tempo para te dar tempo,

Para isso preciso do tempo que o tempo não dá.

Tempo (in)justo, (in)clemente, padrasto… pai…

Acalma-te não te apreces, ainda tens muito tempo…

Sossega, descansa… passeia por aqui.

Tempo não me deixes… preciso de ti.

Fortunata Fialho

Nuvens…

Lágrimas.

escreversonhar

Quando as crianças choram, choram bem alto para que todos possam ouvir. Quando um adulto chora, chora baixinho para que ninguém saiba.

Muitas vezes as palavras e atitudes magoam mais que uma dor física?

Quantas vezes  as pessoas que se amam são as  que menos se compreendem?

Porque teimam os adultos em descarregar nos outros as suas frustrações?

Porque será que pedir desculpa ou mostrar alguma compreensão se torna tão difícil?

Colocar-se no lugar dos outros e medir o alcance daquilo que se diz ou faz, seria um grande passo para evitar atitudes e gestos que magoam.

Há muita forma de se dizer a mesma coisa e, escolher as palavras e o tom em que são ditas, evitaria muita lágrima.

Calar e ouvir em silêncio não é concordar nem, tão pouco, cobardia. É uma forma de compreensão do que se passa com o outro ou uma tentativa vã de desculpar palavras irrefletidas.

View original post mais 37 palavras

🎊😊 Quero 😊🎊

escreversonhar

Quero … quero tanta coisa que nem eu própria sei o que quero.

Quero voar como uma borboleta, pairar como uma sementinha, sentir o doce toque do vento.

Quero viajar no tempo, mudar o curso deste rio, reflorestar o planeta…

Quero nascer de novo, emendar meus erros ou, quem sabe, cometê-los de novo.

Quero ser eterna ou morrer num momento de grande felicidade.

Quero entrar no teu pensamento, sentir o que tu sentes e dar-te tudo o que desejas.

Quero ser o teu maior amor, a tua maior felicidade a tua razão de viver.

Quero fazer amor contigo, subirmos aos céus, perder a noção dos corpos e só sentir.

Quero beber dos teus lábios, alimentar-me do teu amor e esquecer o mundo.

Quero acordar com o riso dos nossos filhos, a sua alegria inocente e o brilho do seu olhar.

Quero que, para sempre, sejam felizes, que nunca chorem e…

View original post mais 119 palavras

⛅Quero sol!⛅

escreversonhar

Há três dias que vivemos envoltos neste nevoeiro incrível. Que é feito do sol radioso do meu Alentejo?

A humidade entranha-se em tudo o que é lugar e o bom humor parece diluir-se em tanta água.

Preciso de sol, pelo menos que o tempo me presenteia com um mísero raio solar.

A roupa está, permanentemente húmida e, até a pele parece engedelhar como a de uma senhora mesmo muito velhota.

Uma lamisca irritante toma conta de tudo. Se não transitarmos com muita cautela é desastre certo.

Irra! Como querem que vamos trabalhar de bom humor?

Os miúdos estão de mais, não conseguem desgastar as energias e descarregam nos colegas e em nós como não podia deixar de ser. Nós, por outro lado, também estamos impacientes. Quem conhecer um lugar em que seja disponibilizada paciência digam que eu compro.

Como se não bastasse este bem dito nevoeiro, quando parecia desaparecer, finalmente…

View original post mais 23 palavras