Mundo arco-íris em “Quero um poema…”

Neste mundo cinzento e sombrio onde impera o medo,

A tristeza parece uma inevitabilidade.

Este mundo arde, explode, polui, destrói…

Distribui lágrimas e sofrimento como se fossem doces.

Um grupo de crianças brinca em torno de uma flor,

Nascida entre os escombros, brilha num vermelho rubro,

Rubro de luz, não de sangue, rubro de vida.

Uma mãozinha toca-lhe ao de leve e, como por magia, outras se lhe juntam.

Subitamente cobrem todos os campos…

 Um verde intenso, pincelado das mais belas cores cobre o chão.

O mundo transpira cor e alegria e, sem dor, pare amor.

Uma gargalhada infantil e um grito inocente,

“Vejam, parece o arco-íris!” 

Por todo o lado nascem sorrisos, abraços e beijos.

O fogo só aquece, os rios são cristalinos e o ar nunca foi tão puro.

E o mundo cinzento e triste, agora é um mundo arco-íris.

Fortunata Fialho

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s