Escrevo. “Quero um poema…”

Escrevo

Escrevo quando estou triste, escrevo se estou feliz.

Escrevo o que me vem no coração,

Escrevo aquilo que gostaria de ser.

Escrevo amores e desamores.

Escrevo realidades e ilusões.

Escrevo no calor da noite quando os sonhos me visitam.

Escrevo sob o calor do sol e sob o azul do céu.

Escrevo porque detesto que as folhas continuem em branco.

Escrevo porque adoro o rodopiar das letras,

E o seu bailado pincelando palavras na alvura de um palco.

Escrevo porque assim me sinto mais viva.

Escrevo para viver mil diferentes vidas.

Escrevo para não deixar morrer o sonho.

Nas páginas deixo a minha alma,

Crio mundos diversos, belos, justos, inocentes.

Vivo amores doces e ternos, plenos de ternura;

Quentes e eróticos, plenos de desejo e luxúria.

Escrevo porque assim sou mais eu, livre de fronteiras,

Dona do mundo e dos meus sonhos.

Escrevo amores sonhados onde o limite é a felicidade.

Escrevo porque sonho acordada,

Escrevo porque escrevendo posso ser mais eu. 

Fortunata Fialho

4 thoughts on “Escrevo. “Quero um poema…”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s