Quando o sol beija a terra. “Poesia Colorida”

Quando o céu beija a terra.

Quando o céu beija a terra os rios enchem-se de diamantes,

Os mares refletem a lua em mantos bordados de luar.

Os campos ficam mais verdes e as gotas de orvalho brilham como mil sóis.

O trinado dos pássaros ecoa cantos de amor e paz.

As borboletas esvoaçam enchendo de cores os céus,

As flores emanam odores maravilhosos e os sentidos acordam deliciando-se.

Quando o céu beija a terra o mundo fica mais colorido.

Arco-íris enfeitam os ares projetando as suas cores,

Os olhos dos habitantes brilham como pedras preciosas.

Os risos compõem sinfonias e as gargalhadas ecoam-nas por toda a parte.

Quando o céu beija a terra os amantes atingem o êxtase.

Os terramotos são de orgasmos intensos,

Os maremotos carícias descontroladas.

Por todo o lado ecoam gemidos de prazer,

Palavras de amor e desejo ecoam por cima dos telhados.

Quando o céu beija a terra, o perfume de mil rosas sente-se no ar.

Cânticos de paz e carinho são soprados pelo vento,

Carícias de pura ternura acariciam numa brisa.

Vendavais de beijos invadem os quintais,

Entrando pelas janelas e renovando sentimentos.

Quando o céu beija a terra no mundo existe paz e amor eterno.

Tudo é bem melhor quando… o céu beija a terra.

Fortunata Fialho

2 thoughts on “Quando o sol beija a terra. “Poesia Colorida”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s