Folhas caídas.

Folhas caídas

Pelos campos o inverno avança sorrateiramente.

As árvores protegem-se largando as suas folhas.

Privadas do seu alimento, as folhas caiem

Tristes perderam a sua cor… secaram.

No chão um tapete castanho de folhas caídas.

Um tapete castanho de beleza perdida.

Folhas caídas jazem sem vida,

Tombaram inertes num descanso eterno.

Passeio sofrido acariciado pelo frio.

O vento chega e olha-as com pena.

Recolhe-as nos seus braços e eleva-as.

Projeta-as para longe fazendo-as voar.

Como asas de pássaros agitam-se,

Parecem reviver… voando contentes.

Cruzam os ares, viajam sem rumo.

Docemente pousam inertes

Desfazem-se em mil pedaços.

Folhas caídas… alimentam a terra.

Alimentam as sementes…

Na primavera renascerão novamente.

Fortunata Fialho

Imagem retirada da internet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s