🌠Estrela decadente. 🌠

Estrela decadente.

Há muito, muito tempo uma estrela brilhava intensamente.

O seu brilho ofuscada muitas das que a rodeavam.

Sempre que o manto negro cobria o céu ela e as suas amigas brilhavam.

A certa altura, ninguém se lembra quando, a vaidade chegou.

Subitamente a estrela mudou e a partir desse momento

Apregoava aos céus que ninguém brilhava como ela,

Que o seu esplendor não era igualado por nenhuma outra.

Ao seu redor o brilho continuava intenso.

Na procura da supremacia absoluta maltratava todas as outras.

Magoadas, ultrajada e humilhadas uma a uma as outras afastaram-se.

O firmamento ficou cada vez mais pobre,

Sobre ele um manto negro foi-se instalando.

O brilho perdeu-se e a estrela ficou só.

Vaidosa como nunca brilhou num palco só seu,

Mas o público não aplaudia, cada vez menos se olhava o céu.

Uma única estrela a brilhar era insuficiente.

Um céu escuro não atrai atenções… escurece os corações.

Na procura de consolo procurou as suas irmãs.

Tarde de mais… nenhuma se lhe juntou.

Finalmente a solidão venceu e o brilho esmoreceu

No negro uma estrela cadente surgiu…

A estrela brilhante… essa nunca mais ninguém viu.

Fortunata Fialho

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s