Amar — O poeta e os outros poemas

Amar Amar! só d’um amor que tenha vida…Não que sejam só tímidos os beijosSem que fique pelos delírios e desejosMas pela acção duradoura e esclarecida! Amor que vive e brilhe! Luz fundidaQue venha de mim – nunca desejosNem artes do corpo – teus arpejosAmor entregue como forma de vida! Amor realizado em nós, noite do […]

Amar — O poeta e os outros poemas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s