Feliz dia da Poesia.

escreversonhar

E como dança.

No fundo da minha alma as letras
agitam-se… enlaçam-se…

Formam palavras… frases… parágrafos
e… soltam-se.

Numa erupção épica explodem e…
gritam.

Caem como cinzas doces, esvoaçantes e
melódicas, envolvendo-nos.

Os seus gritos, melódicos e ritmados,
apelam ao movimento.

Uma letra dança e outras agitam-se,
subitamente abraçam-se, tornam-se palavras.

Palavras dançantes em frases,
melódicas e sentidas… sonhadas.

E dançam. Juntam-se às centenas…
milhares e rimam… rodopiam.

Doces poemas… sons de alma… desejos
contidos, surgem.

Poesias dançantes ao som de sonhos e
amores vividos ou… sonhados.

Nesta tela, os seus paços, imprimem
e… imortalizam-se.

Que terno bailado! Que doce melodia!
Minha poesia.

Penso… sinto… escrevo e as palavras
dançam e criam vida.

E como dançam!

A minha poesia é o movimento da minha
alma, a dança dos meus sonhos.

Em mim, o sonho toma a forma de
palavras e… escrevo.

No espaço em branco as palavras
surgem, movem-se e…

View original post mais 25 palavras

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s