Tropeço.

Tropeço.

No regaço um monte de livros,

Amigos incondicionais num abraço.

Pelo corredor caminhei,

Assim às escadas cheguei.

Os pés esses não conseguia ver,

Os degraus, delicadamente tateei.

Um dos degraus falhei,

O corpo tombou, os livros voaram…

Pobres amigos, alguns se desfolharam.

Ingratos… não me ajudaram,

Na queda o corpo magoei.

Em cima deles aterrei,

Nas suas folhas soltas escorreguei,

Nas suas lombadas travei.

Não pensem que fiquei zangada,

Prontamente as lágrimas sequei,

 As roupas alinhei e, pacientemente…

Os livros abracei.

Pobres amigos, tortos desfolhados,

Tal como eu lesionados.

Nos braços os coloquei,

De fita-cola me armei e,

Delicadamente os curei.

Nos meus joelhos uns pensos,

Nos cotovelos umas ligaduras,

No corpo um balsamo.

No regaço um livro aberto.

Nesse mesmo momento comecei a ler…

Assim a dor pude esquecer.

Fortunata Fialho

Anúncios

Sucesso obrigatório

🍭 Doces momentos. 🍬

escreversonhar

Pela rua, caminho sem rumo nem direção.

Observo o que me rodeia, envolta em raios solares.

De mente aberta…absorvo emoções.

Reparo nas crianças que brincam sorrindo.

Paro e desejo, tanto, brincar com elas.

Brincar de faz de conta… correr liberta.

Ser eternamente criança sem preconceitos.

Uma bola acerta-me e, com um sorriso, lanço-a.

Devolvem-ma e… entro no jogo.

Esqueço a minha idade e regido no tempo.

De alma aberta ignorou o que me rodeia.

Que bom ser criança… brincar sem medo.

Cansada observo o lago…

Um cisne acerca-se sem medo e…

Rouba um naco de pão.

Não me importo… dou-lhe o resto.

Percorro os trilhos ao som de belos treinados.

Hoje sou livre… estou feliz…

Que doces momentos,

Que tranquilidade imensa.

Percorro o jardim… cheiro as flores…

Acariciou os animais… brinco com as crianças.

Termino, o meu dia, com a alma em festa.

Durmo tranquila… sonho…

Sonhos de amor…

Fortunata…

View original post mais 1 palavra

Nunca mais é sábado.

escreversonhar

Durante toda a semana pensei:

-Nunca mais é sábado.

Chegou o sábado e o que aconteceu? Passei o dia a limpar a casa, tratar de roupa, cozinhar,…

Descanso que era bom, nem vê-lo. Durante a semana o tempo não dá para tudo e a desarrumação acumula-se.

A empregada só trabalha com a patroa em casa, e esta está lá tão pouco tempo que não consegue fazer a criatura trabalhar.

De notar que a funcionária sou eu depois de colocar o avental e pousar a pasta do trabalho.

Enfim amanhã é domingo…

O domingo chega, elaboro materiais para a escola, durante a semana o tempo não foi suficiente para fazer tudo quanto era necessário. É altura de testes e os prazos não perdoam.

Apanho roupa, estendo roupa, cozinho, passo a ferro,…

Bolas, estou tão cansada!

O fim-de-semana foi-se e de descanso nada.

Neste momento só penso:

-Nunca mais é segunda-feira.

Fortunata…

View original post mais 7 palavras

🌈 Mundo arco-íris. 🌈

escreversonhar

Neste mundo cinzento e sombrio onde impera o medo,

A tristeza parece uma inevitabilidade.

Este mundo arde, explode, polui, destrói…

Distribui lágrimas e sofrimento como se fossem doces.

Um grupo de crianças brinca em torno de uma flor,

Nascida entre os escombros, brilha num vermelho rubro,

Rubro de luz, não de sangue, rubro de vida.

Uma mãozinha toca-lhe ao de leve e, como por magia, outras se lhe juntam.

Subitamente cobrem todos os campos…

Um verde intenso, pincelado das mais belas cores, cobre o chão.

O mundo transpira cor e alegria e, sem dor, pare amor.

Uma gargalhada infantil e um grito inocente,

“Vejam, parece o arco-íris!”

Por todo o lado nascem sorrisos, abraços e beijos.

O fogo só aquece, os rios são cristalinos e o ar nunca foi tão puro.

E o mundo cinzento e triste, agora é um mundo arco-íris.

Fortunata Fialho

thumb2-rainbow-mountains-summer-beautiful-landscapes Imagem retirada da internet. Desconheço o…

View original post mais 1 palavra

Dia da mãe. 😢

escreversonhar

Neste dia da mãe estou feliz… tenho o amor dos meus filhos.

No entanto o meu coração chora… não posso beijar minha mãe.

Nunca mais o poderei fazer… e isso dói de mais.

Durante todo o dia sorri feliz… estive junto daqueles que ainda posso abraçar,

O amor dos meus filhos tornou o meu rosto luminoso.

Agora tento reter as lágrimas… preciso da minha mãe…

A todas as mães do mundo aproveitem o momento presente e tenha um dia muito feliz.

Fortunata fialho

View original post

🔏 Nestas palavras… 🔏

escreversonhar

Nestas páginas que escrevo deixo a minha alma. Escrevo o que sinto, o que desejo, o que me alegra, me entristece e me consola.

Escrevo sem medos e sem reservas.

Escrever transporta-me para um mundo só meu, um mundo sem regras, um universo muito meu onde tudo é possível e onde não existe censura, dor, tristeza… escuridão.

As letras dançam criando histórias de encantar ou de assustar… sei lá. Nas páginas surgem duendes, fadas, príncipes, princesas, ogres… homens, mulheres, crianças… animais.

Paisagens desfilam pelas páginas, riachos percorrem as linhas, mares transbordam de sonhos e realidades.

Mundos coloridos surgem como por milagre.

Sonhos e desejos são expressos em palavras simples e modestas.

Cascatas coloridas surgem envoltas em bruma e magia.

Por todo o lado as palavras dançam e traçam paisagens de encantar.

Palavras feias quebram-se e reconstroem-se belas e leves como o sonho ou como o, ingénuo, balbuciar de uma criança.

View original post mais 118 palavras