Amor…

escreversonhar

Amor é vida, luz, sombra, entrega, êxtase…

Eu amo, amo sem restrições, amo sem limites.

Amo adormecer e acordar a teu lado,

Amo o brilho dos teus olhos, cada curva do teu corpo,

Cada imperfeição da tua pele, cada ruga do teu rosto.

Amor… é estar contigo, sentir o teu calor, ouvir a tua voz.

Amor é o brilho de felicidade nos olhos de uma criança,

A felicidade dos nossos filhos quando nos acompanham.

Amor é lutar por um futuro melhor para nossos filhos.

Amar é derrubar barreiras só para estarmos juntos.

Amor é dormir nos teus braços e acordar ao teu lado.

Amor é ir dormir amuados e acordarmos abraçados.

Fortunata Fialho

(imagem retirada na internet)

demonstrar-o-amor-500x500

View original post

Anúncios

Tudo igual.

Entrou o novo ano, sucederam-se as celebrações…

Depois de umas horas de sono… surpresa!

Tudo continua igual… nada mudou.

As guerras continuam, os pobres continuam pobres,

Os ricos estão cada vez mais ricos.

Os atentados continuam… mesmo na passagem do ano.

Constatar este facto dói… dói muito…

Como é possível que o ser humano esteja cada vez mais desumano?

Como é possível que não exista consciência?

Como pode a ambição sobrepor-se ao amor?

Como podem existir pedras em vez de corações?

É tão fácil respeitar o próximo e aceitar as diferenças.

É tão difícil arranjar formas de magoar e matar!

Todo o mal que fazemos vai virar-se contra nós.

Estamos a destruir o nosso mundo rápida e implacavelmente.

Está tudo igual e, como eu gostava que estivesse tudo diferente!

Que bom é observar a beleza que nos rodeia,

O sorriso nos rostos, a doçura nos olhares,

O perfume das flores, o trinado dos pássaros,

O chamamento das baleias…

Que bom é beber a água pura e cristalina dos riachos…

Tudo está igual e eu quero que tudo fique diferente… melhor…

Fortunata Fialho

Desconheço a origem da imagem mas gostava de dar os parabéns ao artista…

✨ Esta noite…✨

Nostalgia…

escreversonhar

Esta noite sonhei que dormia numa cama de nuvens,

Embalada pela brisa e coberta de uma manta de estrelas.

O sol surgiu… a manta caiu, e eu estremeci.

Os raios acariciaram meu rosto, beijaram minha boca,

Detiveram-se nos meus seios, afloraram meu ventre,

Deslizaram pelas minhas pernas… possuíram meu corpo.

Lenta e docemente o meu corpo agitava

E, eu fui nascente… rio… vulcão.

O sol partiu e o meu corpo repousou,

Calmo e tranquilo como as águas de um lago.

E o vento veio, agitou minhas águas,

Acariciou meu corpo, penetrou cada poro,

Possuiu minha alma… agitou-a.

Primeiro suavemente depois… depois fomos furação.

E o furação desvaneceu-se, voltou a ser brisa,

Pousou-me na areia da praia e… partiu.

Sobre um leito de areia descansei.

O mar soava e o meu corpo acalmava.

Os olhos fecharam-se e o som embalava.

O mar viu e a maré chamou.

A maré encheu e…

View original post mais 80 palavras

Feliz Ano Novo.

Por todo o lado ecoam fogos-de-artifício,

O novo ano já começou a instalar-se em diversos locais.

Aqui espera-se pacientemente pela hora zero.

A todos desejo um ano pleno de solidariedade,

Que as armas se calem, que ninguém precise de fugir,

Que todos tenham direito a ser felizes.

Que em nenhuns olhos espreite a tristeza,

Que se correrem lágrimas sejam de alegria.

Desejo que as gargalhadas de felicidade ecoem pelos ares.

Que nenhuma criança cresça sem pais e carinho,

E nos seus olhos brilhe a esperança no futuro.

Desejo que todos se tornem milionários de amor,

Sabedoria, solidariedade e criatividade.

Que se armem de canetas ou lápis coloridos,

Que reescrevam o futuro e o pintem de alegria.

Desejo um mundo pleno de cor e gotas de alegria.

 Que o negro só sirva para ver o brilho das estrelas.

Que o silêncio seja para ouvir os sons da natureza.

Que as diferenças se resolvam com abraços.

Que o novo ano seja o início de tudo o que de bom exista.

Feliz Ano Novo.

Fortunata Fialho

Imagem retirada da net.