🌔🌓 Noite de Chuva.🌛🌕

Noite de chuva

É noite.

Lá fora está assustador.

A escuridão é profunda,

A chuva cai com violência.

Parece que nos quer castigar.

Que estaremos a fazer-lhe, para tal castigo?

Não sei.

Só chove lá fora.

De repente vêm-me à lembrança os tempos da

Minha infância.

Relembro como era bom estar deitada

Ouvindo a chuva cair na telha-vã.

Era a mais linda música de embalar,

Parecida com uma orquestra celestial,

Criada só para nos adormecer.

Adormecia-mos e sonhávamos.

Sonhávamos com mundos encantados.

Príncipes e princesas dos contos de fadas.

Nos nossos rostos de criança,

Bailavam sorrisos de felicidade e de paz.

A chuva é a mesma, a idade é que mudou.

Começo a apreciar o seu som,

Descubro melodia e não temo,

Finalmente durmo e sonho…

 

Fortunata Fialho

ff2

Anúncios

Alegria

 

Atender o telefone e ouvir:

– Olá Tia, quando vens?

O abraço e beijo de uma criança que ama

Incondicionalmente.

A alegria quando recebe uma prenda.

O brilho dos olhos quando rasga o papel.

A qualidade não interessa, é uma prenda!

Boa ou não é sempre festejada.

Brinquedo maravilhoso que faz sonhar,

Viver as fantasias que só existem no seu mundo

Fantástico.

Ouvir uma vozinha contar uma história

A partir de imagens como se fosse o que lá está

Escrito.

Partilhar os brinquedos com os adultos,

Transformá-los em crianças.

Crianças que esquecem as suas tristezas,

Que riem como se retrocedessem a uma idade

Sem preocupações.

É tão fácil ser criança nas mãos de outra

Criança!

Reviver fantasias há muito esquecidas.

Construir novamente castelos nas nuvens,

Viajar no espaço e por fim acordar.

 

Fortunata Fialho

capa-2953x2008

🌁⛅Nuvens⛅🌁

Olho o horizonte,

Deparo-me com um céu nublado.

O silêncio cerca-me,

Concentro-me nas nuvens.

Deparo com um mundo de sonho.

Sob o meu olhar desfilam

Paisagens, animais,…

Continuo a sonhar,

Animais fantásticos divertem-se,

Campos florescem,

Surgem montanhas,

Riachos límpidos e silenciosos…

As aves voam e percorrem os dois mundos:

O real e o sonhado.

Seria tão bom que pudessem falar!

Talvez eles conheçam esse mundo!

Talvez me digam que também é real.

Quem me dera ter asas e voar!

Levantar voo e partir para o mundo Nuvem.

Conhecer novas criaturas e novos horizontes.

Talvez desse mundo possa sonhar outro.

O facto de ser a preto e branco

Pode significar que todas as criaturas são iguais

Que não há racismo

Nem qualquer separatismo.

Quem sabe se não existe pobreza?

Quem sabe se não é um mundo muito mais feliz?

De repente o sol brilha,

As nuvens dissipam-se,

A realidade chama-me:

Acorda sonhadora.

Acordo e penso:

Porque sonharei tanto?

 

Fortunata Fialho

ff2

😉 Gafanhoto. 😃

Ontem, no meu quintal

Fixei-me num gafanhoto.

Estava empoleirado numa folha,

Quando eu olhava, ele rodava.

Eu mexia a cabeça para a direita,

Ele rodava para a esquerda.

Virava a cabeça para a esquerda,

Rodava para a direita.

Na sua ingenuidade de inseto

Pensava estar invisível ao meu olhar.

Continuamos no jogo das escondidas.

Eu sorria e estava encantada,

Ele, pelo contrário, devia estar saturado.

Fartou-se e saltou,

Eu saltei também.

Não é que o bicho saltou direito a mim!

Pregou-me um pequeno susto

E desapareceu do meu horizonte.

 

Fortunata Fialho

ff2

😃O melhor do mundo😊

Uns destes dias bateram-me à porta.

Era um grupo de pessoas de uma qualquer

Religião, da qual já não me lembro.

Fizeram-me uma pergunta na qual fiquei a

Pensar: “Será Possível um Mundo Melhor?”

Para eles era simples: Deus tinha que intervir.

Para mim também parece ser simples,

Mesmo muito simples.

É necessário que ninguém ligue a cores de pele,

Que as religiões se respeitem mutuamente,

Que não interesse o saldo bancário.

É necessário que cada um se respeite e respeite

Os outros.

Teremos que nos apoiar e, assim, criar um

Mundo melhor.

Então se me parece assim tão fácil,

Porque é que tudo continua na mesma?

Porque se continuam a matar?

Porque se sentem alguns superiores a todos os

Outros?

Vamos educar os nossos filhos no respeito e na

Tolerância.

Se continuarmos assim durante algumas

Gerações,

Talvez, então, tenhamos um mundo melhor.

Só quero ser feliz.

Quero acordar com um sorriso.

Olhar para o lado e receber outro de volta.

Quero amar e sentir que sou amada.

Quero ver os meus filhos sorrirem,

O meu marido chegar a casa e dizer:

“Como te correu o dia Amor?”

Responder-lhe que foi um bom dia,

Que correu tudo bem.

Servir o jantar e comer-mos em harmonia,

Contarem-se as novidades do dia,

As boas e as menos boas, trocar ideias, dar

Conselhos, …

Confraternizar durante o serão.

Na hora de deitar dizer:

“Boa noite, sonhos coloridos”

Fazer amor, eternamente apaixonados,

Depois, com os corpos esgotados,

Dormir com um sorriso de plena felicidade.

 

Fortunata Fialho

 

capa-2953x2008

💙💝 Porque crescem? 👫

Porque crescem?

Pergunta que todos os pais fazem.

É tão bom quando são pequeninos.

Os primeiros risos,

As primeiras vocalizações,

Os primeiros passos.

As gracinhas,

O brilho, da inocência, nos seus olhos.

Não esquecer, também, as birrinhas.

E crescem…

As esfoladelas: acidentes que um beijinho cura.

A procura de colinho quando o medo aperta e os

Probleminhas surgem.

O esconder atrás dos adultos quando os sarilhos

Assustam.

Depois vem o primeiro dia de escola,

Os primeiros livros e cadernos,

Os lápis e as canetas.

Os coleguinhas:

Novos amigos até então desconhecidos,

As aventuras e desventuras dos recreios.

E crescem…

O segundo ciclo,

Tantos professores diferentes,

Uma escola enorme,

Cheia de descobertas e perigos.

Os desgostos dos primeiros amores.

E crescem…

O terceiro ciclo e o sentimento de poder.

Sou crescido(a),

Sei o que quero,

Só eu sei o que é bom para mim.

Os pais passam a ser os velhos.

Enfim, a adolescência…

E continuam a crescer…

Vem o Secundário,

As escolhas para o futuro,

Os namorados(as) duradouros… ou não…

Já cresceram tanto…

Finalmente chega a Universidade ou o mundo do trabalho.

Olhamos para eles e são adultos.

Será que os educámos bem?

Ajudámo-los a serem adultos responsáveis?

Serão pessoas justas e sensatas?

E cresceram psicologicamente…

Porque tiveram que crescer tão depressa?

Ficou tanta coisa por fazer,

Tanta coisa por ensinar,

Tanto carinho para dar.

Seria tão bom que eles fossem sempre

Pequeninos.

Mesmo assim continuam a ser,

Eternamente as nossas crianças.

Para os pais, os filhos não crescem,

Serão sempre os nossos pequenos.

Os nossos adorados filhos,

Continuamos a viver os seus problemas.

As suas vitórias,

Sofrer quando sofrem,

Ser feliz quando são felizes.

Porque será que têm de crescer?

 

 

Fortunata Fialho

ff2

Dália

Dália

Nome de Flôr,

Nome de pessoa,

Neste momento, nome de flores do meu quintal.

Flores lindas, de porte orgulhoso,

Cores vistosas,

Folhas verdes e luzidias.

Quando olho para elas só consigo pensar em

Beleza.

Como pode existir tanta beleza numa Flôr?

Numa planta que só precisa de um pouco de

Terra e de água.

Parece magia que a beleza precise de tão pouco

Para florescer.

Um conjunto de pétalas harmoniosamente

Ligadas.

Um caule coberto de folhas,

Simples vistosas,

Encimadas por uma dália colorida e vaidosa.

Lindas, as minhas Dálias,

Vistoso o meu quintal.

Delicia da minha visão.

E fico a apreciar,

Deliciada com todo o seu encanto.

 

Fortunata Fialho

 

-font-b-Dahlia-b-font-d&aacute

Sonho

Sonho

Sonho com campos em flor.

Flores de todas as cores.

Corro, danço e riu como uma criança.

Lindos pássaros chilreiam,

Todos eles são aves canoras.

As suas penas brilham como raios de sol.

Ao longe um riacho corre calmamente,

 O leito é tão transparente que, reflete tudo à

Sua volta.

Bebo da sua água, que é tão pura.

Tomo um banho refrescante e deito-me ao sol.

Sobre mim voam as mais lindas borboletas,

O seu voo é de uma graciosidade tal que me

parece assistir ao mais belo bailado de sempre.

A erva acaricia o meu corpo como se fosse seda.

Será que foi tecida pelos bichos-da-seda que

Habitam na amoreira da outra margem?

-Acorda dorminhoca é necessário trabalhar.

– Que sorriso é esse no teu rosto?

-Conta-me o teu sonho.

 

Fortunata Fialho

 

ff2