💙💝 Porque crescem? 👫

Porque crescem?

Pergunta que todos os pais fazem.

É tão bom quando são pequeninos.

Os primeiros risos,

As primeiras vocalizações,

Os primeiros passos.

As gracinhas,

O brilho, da inocência, nos seus olhos.

Não esquecer, também, as birrinhas.

E crescem…

As esfoladelas: acidentes que um beijinho cura.

A procura de colinho quando o medo aperta e os

Probleminhas surgem.

O esconder atrás dos adultos quando os sarilhos

Assustam.

Depois vem o primeiro dia de escola,

Os primeiros livros e cadernos,

Os lápis e as canetas.

Os coleguinhas:

Novos amigos até então desconhecidos,

As aventuras e desventuras dos recreios.

E crescem…

O segundo ciclo,

Tantos professores diferentes,

Uma escola enorme,

Cheia de descobertas e perigos.

Os desgostos dos primeiros amores.

E crescem…

O terceiro ciclo e o sentimento de poder.

Sou crescido(a),

Sei o que quero,

Só eu sei o que é bom para mim.

Os pais passam a ser os velhos.

Enfim, a adolescência…

E continuam a crescer…

Vem o Secundário,

As escolhas para o futuro,

Os namorados(as) duradouros… ou não…

Já cresceram tanto…

Finalmente chega a Universidade ou o mundo do trabalho.

Olhamos para eles e são adultos.

Será que os educámos bem?

Ajudámo-los a serem adultos responsáveis?

Serão pessoas justas e sensatas?

E cresceram psicologicamente…

Porque tiveram que crescer tão depressa?

Ficou tanta coisa por fazer,

Tanta coisa por ensinar,

Tanto carinho para dar.

Seria tão bom que eles fossem sempre

Pequeninos.

Mesmo assim continuam a ser,

Eternamente as nossas crianças.

Para os pais, os filhos não crescem,

Serão sempre os nossos pequenos.

Os nossos adorados filhos,

Continuamos a viver os seus problemas.

As suas vitórias,

Sofrer quando sofrem,

Ser feliz quando são felizes.

Porque será que têm de crescer?

 

 

Fortunata Fialho

ff2

Anúncios

Dália

Dália

Nome de Flôr,

Nome de pessoa,

Neste momento, nome de flores do meu quintal.

Flores lindas, de porte orgulhoso,

Cores vistosas,

Folhas verdes e luzidias.

Quando olho para elas só consigo pensar em

Beleza.

Como pode existir tanta beleza numa Flôr?

Numa planta que só precisa de um pouco de

Terra e de água.

Parece magia que a beleza precise de tão pouco

Para florescer.

Um conjunto de pétalas harmoniosamente

Ligadas.

Um caule coberto de folhas,

Simples vistosas,

Encimadas por uma dália colorida e vaidosa.

Lindas, as minhas Dálias,

Vistoso o meu quintal.

Delicia da minha visão.

E fico a apreciar,

Deliciada com todo o seu encanto.

 

Fortunata Fialho

 

-font-b-Dahlia-b-font-d&aacute

Sonho

Sonho

Sonho com campos em flor.

Flores de todas as cores.

Corro, danço e riu como uma criança.

Lindos pássaros chilreiam,

Todos eles são aves canoras.

As suas penas brilham como raios de sol.

Ao longe um riacho corre calmamente,

 O leito é tão transparente que, reflete tudo à

Sua volta.

Bebo da sua água, que é tão pura.

Tomo um banho refrescante e deito-me ao sol.

Sobre mim voam as mais lindas borboletas,

O seu voo é de uma graciosidade tal que me

parece assistir ao mais belo bailado de sempre.

A erva acaricia o meu corpo como se fosse seda.

Será que foi tecida pelos bichos-da-seda que

Habitam na amoreira da outra margem?

-Acorda dorminhoca é necessário trabalhar.

– Que sorriso é esse no teu rosto?

-Conta-me o teu sonho.

 

Fortunata Fialho

 

ff2

💎🎀 Azul 🎀💎

Imenso azul.

Azul que acalma, azul que delicia.

Azul do céu, azul do mar.

Como eu gosto do azul!

Se pudesse viveria envolta em azul,

Com sonhos azuis e desejos azuis.

No azul sinto-me calma e feliz.

No azul não tenho problemas, medos,

Ansiedades; nada me perturba.

No azul sou eu e só eu,

Sem influências exteriores.

Quero um mundo só meu. Azul.

Nos mais lindos tons

Jamais vistos pelo ser humano.

Campos intermináveis, azuis.

Riachos frescos e azuis.

Peixes lindos em tons brilhantes de azul.

Até eu não me importava de ser,

Azul-turquesa.

 

Fortunata Fialho

 

capa-2953x2008

🎑💐Fado.💐”Sentidos ao Vento ( Momentos)”💐🎑

Fado,

Destino,

Tristeza,

Canto do povo, saído da alma.

Cantar o fado é sentir,

Ouvir o fado é chorar.

Fado, património mundial,

Fado, canção sofrida,

Sentimento puro vindo do coração.

Fado, destino fatal,

Incontornável e inevitável.

Fado de um povo que sofre

Fado daquele que chora.

Fado dos não amados,

Fado dos eternos perdidos.

Fado dos corações destroçados,

De vidas desfeitas,

Fado dos que perecem.

Enfim… FADO.

 

Fortunata Fialho

ff2

Crianças.

Olhos brilhantes,

Sorrisos marotos.

Risos genuínos,

Amuos constantes.

E as Birrinhas?

Formas de protesto na sua ingenuidade.

Lábios estendidos em beicinhos fofos.

Beijos molhados,

Abraços apertados,

Grandes chi-corações.

Olhos atentos,

Descobrindo o mundo.

Ávidos de novidades e de carinhos.

Chamamentos doces,

Pedindo miminhos.

Basta um sorriso nosso e os olhitos brilham,

Surgem as gargalhadas.

Finalmente o sono e dormem calmamente,

O sono dos inocentes.

 

Fortunata Fialho

em: capa-2953x2008

Invisível.

Como eu gostava de ser invisível!

Poder fazer o que quero, sem dar nas vistas,

Passar despercebida aos imbecis,

Descobrir as reais intenções das pessoas,

Não ter de me importar com o meu visual

E, sobretudo, fugir dos problemáticos.

Poder dar conselhos parecendo a consciência

Dos Próprios.

Há quem só assim os aceite.

Talvez assim conseguisse resolver alguns

Problemas,

Do país e, quem sabe, da humanidade.

É obvio que estou sonhando,

Não tenho a pretensão de ser Deus.

Nem que os meus conselhos sejam sempre bons.

No entanto, seria curioso tentar e ver os

Resultados.

Não sou de dar ordens mas,

Um bom conselho sim.

Não sou invisível e não posso forçar ninguém a

Agir de forma diferente.

Só gostaria de contribuir para melhorar este

Mundo louco.

 

Fortunata Fialho em

capa-2953x2008